Páginas

25 de nov de 2010

amor de filha


Carlos era um homem bem sucedido em sua empresa, mas esse sucesso lhe gastava todo seu tempo e paciencia, ele era casado e tinha uma filha de 5 anos chamada Laura, ele era muito esperta e mesmo o pai estando sempre longe e em viagens ela amava muito ele, muitas vezes ela ficava acordada esperando seu pai chega do serviço, que por estar muito cansado nen prestava muita atenção na filha, que mesmo assim dava-lhe um beijo no rosto e ia dormir feliz,
Uma certa vez Carlos foi faze uma viagem, e ele havia comprado um carro zero, pagou caro, mas estava feliz por ter aquele carrão na garagem, como a viagem era pro exterior ele foi de avião, deixando o carro na garagem .. apos alguns dias ele voltou da viagem, cansado e a primeira coisa que ele fez foi ir a te a garagem ver seu carro, ao entrar na garagem ele se deparou com a cena de sua filha riscando seu carro com giz de cera, a menina olhou pra ele com um sorriso e foi ao seu encontro, mas Carlos nao conteve sua raiva, pegou Laura e começou a bater em suas mãos, batia com toda força nas mãos de laura, sua esposa assustada com o choro de sua filha correu até a garagem, tirou a menina da mão de Carlos e a levou o medico, a mão de Laura sangrava e a menina chorava de dor,
Carlos entrou dentro de casa, ainda estava furioso com o estado que Laura havia deixado seu carro, apos sua esposa ligou dizendo que Laura havia passado por uma cirurgia nas mãos, e agora queria ver o pai, mas Carlos desligou o telefone não dando uma resposta se iria ou não.
Então ele resolveu ir ver oque ela havia desenhado no carro .. e pra supresa dele estava escrito 'pai eu te amo', as letras não eram bem feitas nem uniformes, mas era lindo, o pai emocionado resolveu ir até o hospital, mas ficou olhando sua filha de longe, pois nao se sentia digno de falar com ela, mas Laura viu o pai pelo vidro de seu quarto, abriu de novo um sorriso e o chamou para entrar.. ele entrou olho para as mãos enfaixadas da filha e começou a chorar, ela sorriu e disse .. 'papai, eu nao queria que voce ficasse bravo, me desculpa? Eu so queria que voce soubesse o quanto eu te amo e pensei em escrever isso em algum lugar que fosse importante pra voce' e ela abraçou o pai, e disse 'pai, quando minha mãos tiverem boas de novo eu vo te da um abraço bem forte, e vou escrever que te amo em um papel, pra você não ficar bravo comigo, ta bom?' o pai emocionado e envergonhado nao conseguia dizer nada, então ela o olhou e disse 'mas enquanto eu não posso escrever eu vou te dizer .. PAI, EU TE AMO!' a unica coisa que o pai conseguiu fazer foi olhar pra filha a pegar no colo e dizer, eu tbm te amo filha, te amo muito!

As vezes, pelo stress do dia a dia não vemos quantas mensagens bonitas as pessoas nos transmitem, e nos esquecemos como era facil perdoar quando eramos crianças .

Nenhum comentário:

Postar um comentário