Páginas

28 de nov de 2010

Um AMOR ALÉM DA VIDA '
Eu lembro como se fosse agora como se tudo tivesse acontecendo neste momento.
Era um dia normal mas quando te vi conversando na roda de amigos te notei me encantei o dia já não era mas tão normal assim pensei comigo que 'garoto bonito' é este que nunca vi aqui logo quis saber quem era.ele era o amor da minha vida só que eu ainda não sabia disso e perguntei para um amigo meu quem e este ele falou este é o NARIZINHO no segundo dia que vi ele agente já estava conversando tirando raspi juntos em uma semana já estávamos trocando celular,msn,orkut ele me ligava sempre e em todos os lugares que nós ia sair e alguém fala NARIZINHO leva tal pessoa ele falava não eu levo só a Kai porque ela tira rapi junto comigo porque e massa ver ela mafu de ladinho HAHAHA e foi sempre assim LINDO *.* eu já estava na dele esta primeira vez que vi FATO e sei que ele também estava na minha mas isso fico em segredo :-# e agente deixo passar e um belo dia uma amiga chego e falo que estava afim dele :/ mas eu como sempre pensando nos amigos fui la fazer o esquema para ela ficar com ele mas para mim sorte ele não quis ficar com ela falo que era pedofelia HEHEHE mas depois disso ele sempre pedia para ficar comigo eu nunca aceitava porque tinha medo de acabar gostando dele e me ferra por isso porque ela era bem galinha mesmo e outra tinha um outro menino na historia mas um belo dia nós conversando pelo msn e papo vem e papo vai ele pergunto se podia ir me buscar na saída da escola eu não achei mau algum nisso afinal nos era amigos né então estava marcado e no outro dia depois de uns desencontros e ligações dai e dali lá estava ele me esperando estava um chuva que meu senhorzinho ainda bem que ele foi me buscar entrei no carro e fui dar Oi para ele de beijinho na buchecha mas algo falou mas alto ele me seguro e me deu um beijo eu não ia falar pare porque afinal eu queria aquilo a muito tempo.E naquele dia chuvoso começa uma linda historia de amor sem fim um amor além da vida mas eu não sabia disso ainda .

Nenhum comentário:

Postar um comentário