Páginas

13 de jan de 2011

Meu Vampiro

Você é o um menino grande e eu uma menininha perdida.
Você é o meu demônio, o meu vampiro que me possuiu e me dominou.
Tento não pensar em nada, mas fecho meus olhos e adormeço, então você vem e invade meus sonhos. Sinto você em minhas veias.
Lembro de você, do seu corpo quente e suado logo me enlouqueço, preciso de você, só você me domina!
As vezes fico imaginando você beijando, me possuindo, vejo você se aproximando como se fosse um animal faminto e descontrolado com um olhar misterioso e perverso então você me beija, me morde, arranca pedaços de mim e bebe meu sangue me fazendo sua; mas você vem a mim com uma expressão ingênua e intensa parecendo um anjo se alimentando do meu corpo, com meu sangue escorrendo pela sua boca e beija meus lábios me fazendo provar meu próprio sangue e me fazendo sentir o seu corpo no meu.
Te beijando sou uma menina, uma pequena mulher que deseja ser possuída por você e deseja alimenta-lo com o meu corpo.
Você é o meu menino grande, meu vampiro que me possuiu, o anjo que me faz sentir protegida, quero ser sua menininha ingênua que te deixa louco, quero ser sua insanidade!
Em meu corpo quero que deixe suas marcas, meu corpo já não pertence a mim, agora ele é seu!
Serei sua amante, você é meu vampiro, meu demônio, será meu anjo...
Eu sou sua, quero você, quero meu menino, quero você de novo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário