Páginas

21 de fev de 2011

É bacana reunir os colegas mesmo depois que todos se separaram. Quando mudamos de etapa, cada um vai para uma escola diferente, muitos repetem e outros nunca mais vemos de novo. Até que em meio de tanto choro, fazemos promessas de amizade e comunicação independente das circunstâncias. O tempo passa, cai a ficha de que realmente acabou tudo, e outros momentos, outros amigos e novas escolhas aparecem em nossas vidas. Mas de repente tudo o que vivemos juntos volta a tona. Mesmo que as pessoas não sejam mais especiais como antigamente, ainda nos lembraremos delas como registros importantes do nosso passado. Pessoas que na maioria das vezes nem tratávamos como devíamos. Pessoas que nem cumprimentavamos. Pessoas que falavamos raramente, mas que sempre estavam lá. Lá para de um jeito ou de outro ser uma marca de recordações. Recordações do nosso passado. Do passado que construímos juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário