Páginas

26 de fev de 2011

Estou sozinha nessa cidade. Há tanta gente, mas mesmo assim me sinto solitária. Na rua não se passam de estranhos, nas lojas não se passam de funcionários, na universidade não se passam de conhecidos. Me diz o seu segredo pra ser tão carismático, tão feliz. Talvez eu só não preste atenção nas oportunidades ou talvez eu seja tão estranha ao ponto de perder todos ao meu redor. Sinto borboletas no estômago quando vejo você passar, você não me nota, mas isso não me impede de sonhar.
(unsaidthings7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário