Páginas

21 de fev de 2011

Falo palavrão constantemente. Acho que estou certa, até quando estou errada. Não faço na hora o que meus pais pedem. Provoco quem não gosta de mim, até que eles me odeiem de verdade. Faço ciúmes. Eu mostro os dois dedos do meio juntos. Não escuto professores. Eu nego todos os meninos que querem ficar comigo, é por puro charme mesmo. Bebo pra ficar tonta. Escuto som no último volume, mesmo se estiver com o fone, e faço questão de cantar o mais alto possível para incomodar. Dou risada daquela garota ridícula na cara dela. Eu viro a cara. Bato pé. Mostro a lingua. Mordo. Se tem uma coisa que eu já ouvi de todas as minhas amigas é: “eu não era assim antes de te conhecer”. Ok, é como dizem: pra tudo tem sua primeira vez. Pra diversão também lindas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário