Páginas

25 de fev de 2011

Não consigo saber o porquê de eu ainda te querer tanto. Mesmo que você tenha feito o que fez comigo, o meu coração precisa de você; do seu sorriso timido quando eu falava alguma besteira ou te abraçava e não queria te soltar. Ainda preciso que você me chame de meu amor, fale coisas bobas para mim quando estamos juntos, ou me faça morrer de ciúmes. Poxa, porque você conseguiu me fazer tão bem e eu não consegui te fazer sentir nada por mim? Infelismente eu não posso fazer com que você me ame.
Débora Bleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário