Páginas

21 de fev de 2011

Sinceramente, estou cansada do seu joguinho fácil. Cansei quando percebi que me envolvera mesmo sabendo que o preço da aposta era alto demais pra mim. Você sabe minhas virtudes, minhas fraquezas. Sabe exatamente como me atingir, mas eu estou cansada de fingir ser forte quando meu interior desaba, chora aos prantos como uma criança inocente. Inocente, acho essa era eu quando aceitei entrar nesse jogo. Sabia que iria perder, sabia que não sairia dessa estória com o coração inteiro. Mas, aceitei jogar… Pelo simples prazer de ver seus olhos e ganhar seus beijos. No fundo eu também queria jogar por imaginar o gosto de te derrotar… Imaginei, durante minhas infinitas noites em claro, como seria você com o coração despedaçado. Exatamente como estou agora. Me enganei, você nunca perderá seu coração. Você não tem um.
                                          Carla Valteize

Nenhum comentário:

Postar um comentário