Páginas

8 de abr de 2011

"É estranho dizer que sinto saudades de coisas que nunca tive. Sabe quando você imagina um toque, e o quer mais que tudo? Um abraço? Então, coisas assim. Por mais que a distância seja apenas números - querendo ou não - ela ferra com a gente. Pois na maioria das vezes, sempre queremos e desejamos quem mora longe, e geralmente, são com essas pessoas que mais nos preocupamos e é perto delas que gostaríamos de estar, pelo simples fato de que ninguém - melhor do que elas - nos compreenderem. Não estou me prendendo a nenhum estereótipo, muito pelo contrário, acho que nem todo mundo tem a capacidade de acreditar no sentimento de duas ou mais pessoas que estão distantes umas das outras. Porém, é por esses e outros sentimentos tão verdadeiros quanto, que ergo alguns sonhos em cima dessas pessoas. Elas são uma base de tudo; são sonhos que pretendo concretizar um dia, e - provavelmente - isso é o que coloca de pé o meu edifício inteiro."

Nenhum comentário:

Postar um comentário