Páginas

13 de jan de 2011

Seu corpo me aquece, sua alma me deslumbra e sua alma é a minha alma preferida. Seu sangue é quente e corre por suas veias, quero seu sangue, quero seu corpo e quero você.
Sinto fome, sinto sede, preciso do seu sangue, preciso do seu corpo, só você me satisfaz, só você tem a mim.
Quero você inteiro, vou provar seu gosto, vou beber seu sangue e por segundos verei sua morte, morte que minutos depois será a minha vida, vida tão perfeita e tão pura...
Sorriso tão ingênuo como dos anjos, mas com maldade no olhar; é um demônio; é a escuridão. Me perdi no seu corpo, me perdi em você. Irei leva-lo para o céu e você me levará para a morte, conhecerás meu céu e conhecerei seu inferno, seremos felizes enquanto houver sangue, enquanto houver vida em nossas mortes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário