Páginas

16 de jul de 2011

Assim

        
E de uma simples conversa numa tarde qualquer, sentados num baquinho do parque ali da esquina, poderia ter saído o amor mais lindo de todos. Não estou desprezando os outros sentimentos nem os outros casais, mas é que o nosso seria diferente. Só porque seria eu e você. Então, nós sairíamos andando de mãos dadas pra mostrar pra todos que estamos juntos, pra acabar com as especulações, pra acabar com qualquer ilusão que eu tenha te dado, pra eu te dar toda a certeza do mundo de que eu amo você. Estudaríamos na mesma turma, faríamos trabalhos juntos, colaríamos nas provas, brigaríamos quando você me dissesse que eu estava errado, porque você sabe que eu acho que estou certo em tudo. Assim, o colegial passaria muito rápido, só porque passamos ele juntos. Depois, mudaríamos pra um apartamento pequeno no centro da cidade. Eu faria a faculdade e procuraria um emprego só pra te dar as melhores condições possíveis e você faria o mesmo. Depois de um certo tempo, em umas férias quaisquer, iríamos viajar pelo mundo só eu e você. Não escolheríamos o hotel pela quantidade de estrelas ou pelo preço, e sim pelo que tiver mais andares porque você gosta de ficar num quarto no último andar, só pra nós dois observamos a lua mais de perto e assim sentir como se o mundo fosse todo nosso. Colocaríamos a cama de casal do lado da parede e você dormiria do lado dela, só porque você tem medo de cair na cama. Eu ficaria horas e horas fazendo cafuné em você e contando coisas bobas só pra você dormir. Sairíamos pra passear, conheceríamos todos os lugares possíveis, faríamos novas amizades e todos iriam se espantar com o brilho de felicidade dos meus olhos só de estar ali com você. Nosso amor iria contagiar. Teríamos dois filhos, dois meninos e você seria a mãe mais linda e mais desajeitada do mundo. Eu brigaria quando você gastasse mais do que devia com bobagens, você falaria que eu estou sendo muito pão duro e de repente nós iríamos ouvir os nossos filhos rindo de nós e cairíamos na risada também. Brigaríamos por bobagens e por muitas vezes chegamos a pensar em nos separar, mas todos sabiam que nosso amor seria maior do que qualquer coisa. Acompanharíamos eles em todos os lugares, desde o parquinho pra os menores de 7 anos até a sua formatura na faculdade. Iríamos ser vovô e vovó, você lembraria do começo - o nosso começo - e choraria porque sabia que o fim estava próximo. Eu torceria pra morrer primeiro, porque não aguentaria passar um dia sem você e você pensava a mesma coisa. Então, morreríamos juntos, como começamos. É, uma pena. Uma pena que tudo não passou de uma simples conversa numa tarde qualquer. (yourheroe)

Nenhum comentário:

Postar um comentário